Estudo urodinâmico

 

 

 Estudo urodinâmico

 

O que é?

 

A urodinâmica ou estudo urodinâmico, é um exame utilizado para o estudo do funcionamento do trato urinário inferior. Ou seja, quando solicitamos um estudo urodinâmico queremos saber como está o funcionamento da bexiga e sua relação com a uretra, englobando aqui também a próstata, assim como o esfíncter uretral.

 

 

Quem pode se beneficiar?

 

Pode der feito em homen, m,ulheres, crianças e idosos. Este exame deve ser realizado em ambiente adequado, onde tentamos reproduzir o problema que incomoda aquele paciente. O exame está indicado para o diagnóstico de incontinência urinária de esforço, pacientes com problemas de próstata, problemas neurológicos como trauma de medula espinhal, acidentes vásculo-encefálicos (derrames), esclerose múltipla, Parkinson, entre muitos outros.

 

 

 Por exemplo, no caso de incontinência urinária de esforço na mulher, são realizadas manobras como tosse e esforço abdominal, para que ocorra a perda urinária que tanto incomoda aquela paciente e dessa forma determinarmos a causa daquele problema. Também podemos avaliar os homens com dificuldade de urinar devido a um problema prostático ou mal funcionamento da bexiga. Neste caso após o enchimento da bexiga, avaliamos o seu esvaziamento da bexiga e através de análise computadorizada determinamos se a próstata pode estar obstruindo a saída da bexiga.

 

Como é feito?

 

E como isto pode ser feito? É necessária a passagem de um cateter através da uretra, para que possamos medir a pressão dentro da bexiga e realizar o enchimento da bexiga com soro fisiológico. Assim no momento em que estamos enchendo a bexiga, é feito o estudo do comportamento da bexiga. Podemos saber se a capacidade da bexiga está alterada, se a sensibilidade é normal ou se está aumentada. É neste momento também que estudamos a continência urinária, se ocorrem perdas e qual a causa. Após o enchimento vesical, avaliamos a fase de esvaziamento, para sabermos se há algum problema de próstata, ou se a bexiga está sem força, “fraca”. Todos estes dados coletados são analisados com a ajuda de programas de computador.

O procedimento dura cerca de quarenta minutos e é indolor, realizado com materiais delicados e de fino calibre, com anestesia local. Este é outro detalhe importante do estudo urodinâmico: é necessária a colaboração do paciente para que o exame possa ser realizado, ele deve compreender suas sensações e o que lhe é solicitado.

 

 É um exame que pode te ajudar? 

 

            Acreditamos que o exame deve ser realizado porque ainda é o melhor método para se estudar o funcionamento do trato urinário inferior. Em casos selecionados é um ótimo exame quando existe dúvida na melhor conduta a ser adotada. Algumas vezes não podemos confiar somente nas queixas do paciente, correndo o risco de fazer um diagnóstico e tratamento inadequados. Lembrando sempre que o principal é o bem estar do paciente, nem sempre o exame resolverá todos os casos, e as indicações do exame devem ser sempre respeitadas, nunca fazê-lo desnecessariamente.