Prostatites: tiram o sono de muito homem

Conceito

A prostatite é a inflamação da próstata. Normalmente, a prostatite não é causada por uma infecção identificável, mas, algumas vezes, uma infecção bacteriana dissemina-se até a próstata a partir do trato urinário. A prostatite também pode ser resultado de infecções fúngicas, virais e por protozoários, refluxo de urina para ductos prostáticos, reações auto-imunes, dentre outras possíveis causas.

O canal da urina atravessa a próstata

 

Quadro clínico

A inflamação da próstata causa dor na região inguinal (virilha), na região localizada entre o pênis e o ânus e na região lombar, assim como calafrios e febre. Outros podem ter que urinar frequentemente e com urgência e pode haver presença de sangue na urina. Se  a causa for uma infecção bacteriana, ela pode propagar-se até o escroto, causando um grande desconforto, edema, hiperemia e dor intensa à palpação.

 

 

Diagnóstico

 

O diagnóstico de prostatite é normalmente baseado nos sintomas e nos achados do exame físico. Quando o médico realiza um exame retal, a próstata pode estar aumentada de volume e sensível ao toque.

Exames

Algumas vezes, o médico pode coletar uma amostra de urina ou de líquido prostático obtido através da compressão da próstata durante o exame para a realização de cultura ou contagem de células. Urofluxometria, ultrassom, uretrocistoscopia também podem ser realizados para completar a propedêutica e identificar problemas associados.

 

O ultrassom colorido pode mostrar inflamações ou abscessos na próstata

 

Tratamento

O repouso, os banhos de assento com água morna, as massagens prostáticas periódicas e a ejaculação freqüente são atividades recomendadas para aliviar os sintomas. Um analgésico (p.ex., acetaminofeno ou aspirina) ou anti-inflamatórios aliviam o quadro.

 

 

 Também poder associados alfa-bloquedores adrenérgicos ou fitoterápicos O uso de emolientes fecais e a ingestão de uma grande quantidade de líquido também podem ajudar a aliviar os sintomas. Quando a prostatite é decorrente de uma infecção bacteriana, um antibiótico oral (p.ex., sulfametoxazol-trimetoprim, ou quinolonas) pode ser administrado durante um período de 30 a 90 dias. O uso de antibióticos durante um menor período pode curar a infecção apenas parcialmente e acarreta uma infecção crônica e resistência bacteriana. Em casos de prostatite isolada a cirurgia não é uma boa opção.